6 de dezembro de 2021

Resolvido! localizados os “Monteiro Lopes” nordestinos, árvore genealógica chegará à sexta geração adulta.

Prezados! Uma notícia para quem acompanhou ou soube da minha apresentação na ANPUH-Recife “Família Monteiro Lopes: 150 anos”, na qual solicitei que quem tivesse interesse, seguisse buscando pelas 4a e 5a gerações nordestinas (já que trabalhei prioritariamente as 5 gerações no ramo amazônico).

Acaso do destino os descendentes de João Clodoado (irmão mais velho do famoso Dep. Manoel da Motta Monteiro Lopes, personagem da minha dissertação) ME ENCONTRARAM 🤭 por conta de uma publicação sobre o ML em minha coluna na Agência de notícias Amazônia Real… .

Eles se estabeleceram na Bahia e Paraíba, e tem inclusive um que se mudou aqui para Manaus, formando o segundo ramo amazônico da família. Igual o restante da família seguem proeminentes… a exemplo de Julieta Carteado Monteiro Lopes…da 4a geração… filha de Manoel da Motta Monteiro Lopes SOBRINHO, médico que se estabeleceu em Ilhéus. (Gente! que família negra, cada um dá uma dissertação…🤭)

Veja a biografia de Julieta Carteado Monteiro Lopes, a mulher que dá nome à maior biblioteca de Feira de Santana-BA: https://feirenses.com/julieta-carteado/

Árvore genealógica a atualizar:

0 thoughts on “Resolvido! localizados os “Monteiro Lopes” nordestinos, árvore genealógica chegará à sexta geração adulta.

  1. Prezado, bom dia. Não achei um email para te contatar, então vai por aqui mesmo. Tenho acesso a alguns documentos de Manoel da Motta Monteiro Lopes Sobrinho enquanto aluno da FM-RJ que indicam que ele é filho de Maria Julia Monteiro Lopes e Fortunato Roberto Guimarães (o lado esquerdo do ramo nordestino). Diferente do que consta aí. Abraço, Mauricio Azevedo

  2. Olá Mauricio, grato, é meio complicado trabalhar com a família pois tem muitas “homenagens” aos parentes causando homonimias, há ainda casos como o de D. Maria Júlia esposa de Fortunato, que era irmã de João Clodoaldo que por sua vez se casou com a irmã de Fortunato, há ainda “adoções” por tios, o que torna a coisa as vezes complexa… 🤷🏿‍♂️

  3. Fui colega de trabalho de Julieta Carteado Monteiro Lopes na Biblioteca Central da Universidade Estadual de Feira de Santana, Bahia.
    Estou fazendo mestrado e minha dissertação será sobre ela. Vi seu artigo Família Monteiro Lopes: 150 anos e quero saber se você atualizou a árvore genealógica ramo nordestino?

    1. Olá Rejane ainda não atualizei, dependo dos contatos no ramo baiano e pernambucano. Como desde de outubro do ano passado estive internado gravíssimo e com algumas sequelas ainda hoje, dei um tempo no projeto ML (que não tem uma demanda urgente), talvez retome quando for lançar o livro sobre mobilidade social negra, mas demora um pouco…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *