27 de novembro de 2021

Novo espaço para os ritmos latinos & caribenhos em Manaus

coco-bongo-manaus

O Estado do Amazonas faz fronteira com 3 países de língua espanhola (Colômbia, Peru e Venezuela) e por muito pouco não faz fronteira direta com a Bolívia (pois tem uma pequena faixa de terra do estado de Rondônia a separar Amazonas e Bolívia, mas é possível facilmente chegar lá de carro a partir de cidades do sul do AM), nesse contexto é óbvio que tradicionalmente sempre houve um trânsito de pessoas inter-territórios, além de uma interação cultural bem destacada com nossos vizinhos (e nos últimos 20 anos com o asfaltamento da BR-174 também com o Caribe , conseguimos saindo de Manaus ir direto de carro para as praias do Caribe venezuelano, mas não conseguimos ir para nenhum outro estado brasileiro além de Roraima, por tal a Ilha de Margarita já virou  a “praia dos amazonenses” ), isso sem contar a influência paraense que também possui uma alta carga de “tempero caribenho” devido a vizinhança das Guianas inglesa, francesa (via Amapá) e do Suriname .

Sendo assim, é natural que apesar de também sermos latino-americanos (mas enquanto brazucas, os únicos  de  fala não-hispânica [junto com os franco guianenses]  e com cultura um pouco mais  diferenciada), tenhamos em Manaus uma “certa intimidade” com a música popular desses países, principalmente a Cúmbia (ritmo favorito dos peruanos), que é comum ter um espacinho reservado nas seleções musicais das nossas casas de brega e bolerão…, coisa que não ocorre  de forma generalizada com outros ritmos como a Salsa e o Vallenato (preferência dos colombianos e venezuelanos),  o Merengue e o Zouk (caribenhos)  ou o Reggaeton (um tipo de RAP latininizado), nesses casos a coisa sempre ficou mais restrita aos espaços da comunidade “hispânica” em Manaus, ou as casas que abriam espaço limitado para as bandas especializadas nos ritmos, como a tradicional “Los latinos”, a “Conexão latina”, “Banda Salazar” e “Taty Corazon e banda”, que tocavam nas famosas quintas da Cervejaria Fellice, nos sábados do Terra Brasil, da Cervejaria Haus Bier  ou do Toc-Toc (frequentadas pela comunidade mas também pelo pessoal das academias de dança), porém ultimamente a única opção para quem curtia os ritmos estava sendo o restaurante “La Finca” (de comida colombiana e peruana) no bairro do D. Pedro.

Bom, depois dessa longa introdução/contextualização, vamos à boa notícia, foi inaugurado recentemente mais um espaço para os amantes dos ritmos latinos/caribenhos em Manaus, trata-se do COCO BONGO nightclub (calma !!!, não é uma filial, nem tem o porte do famoso night club de Cancún no México, mas apenas uma “homenagem” a esse ícone da noite latina), tocando a banda “Encanto latino” e com promessa de que surpresas e atrações vindas direto dos países vizinhos, estão para pintar…,  o COCO BONGO fica no bairro praça 14, na Av. Tarumã (altos, no antigo bilhar, entre a Visconde  de Porto alegre  e  a Duque  de Caxias), ah ! funciona aos sábados…,  tá dada a dica !.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *