26 de novembro de 2021

O melhor diálogo BOND X VILÃO de todos os tempos

cartaz-comenorativo-50-anos-james-bond

Tudo bem que o filme já chegou nas telonas faz tempo, que todas as críticas especializadas já foram feitas e até que o Oscar já  premiou o que tinha que premiar :-),, porém eu só assisti muito recentemente e garanto que muita gente ainda não assistiu, portanto não muito anacronicamente lá vai… . 🙂

Que os diálogos entre o agente Bond (James Bond… :-)) e as “BondGirls” sempre foram de bem humorado duplo sentido, picantes e de  sedução descarada (tanto de um lado quanto de outro), todo mundo sabe;  mas creio que como eu, ninguém esperava a sequência de entrada do vilão Mr. Silva (meu xará :-)) no último filme da série, Operação Skyfall. No meu ponto de vista  Raoul Silva foi o melhor, mais engraçado e carismático vilão de toda a série (com magnífica interpretação do ator espanhol  Javier Bardem [tanto que levou o merecido Oscar de melhor Coadjuvante] ), A caracterização de Silva é um tanto “desconcertante” :-), sofisticado, um gosto “exótico” nas roupas, cabelos de um estranho “loiro vatapá” (e ao estilo esticadinho de um certo Deputado… :-)), gesticulação, entonação e expressões que “dão a maior pinta”, enquanto na cena “alisa” e toca delicadamente um indefeso bond amarrado em uma cadeira, hilário e tenso ao mesmo tempo…  :-).

Podia colocar o vídeo, mas pensei bem e achei mais legal, fazer “tirinhas” como nas antigas fotonovelas, afinal são 50 anos de 007 nas telas, nada como um toque retrô… 🙂 .

mrsilva2-edt

mrsilva2-edt2

mrsilva2-edt3mrsilva4mrsilva5mrsilva6

Bom, se a “cantada” de Mr. Silva, “não colou”, ficou a nítida impressão que “perdemos alguma coisa”  nas aventuras do grande agente secreto… 🙂 .

O filme “brinca” com os antecessores, trazendo elementos de filmes anteriores como o famoso carro  Aston Martin DB5 usado em Goldfinger (estrelado por Sean Connery), faz gag com o tempo de serviço do agente e introduz “novidades tecnológicas” como um simples radinho localizador, o novo Q é um GEEK/NERD e a boa e velha M (Judi Dench) tem destaque em sua última participação na série, a excelente música-tema da Adele simplesmente gruda como chiclete (daquelas que a gente fica cantarolando o dia todo),  já  as Bond Girls…, bom nem tudo é perfeito :-), vamos ver o que está reservado no futuro para Miss Moneypenny (desta vez, interpretada pela bela Naomie Harris, uma bela e simpática negra), seria natural que 22 filmes depois a fórmula “007” estivesse um tanto esgotada, mas como diz sarcasticamente o agente Bond no filme, parece que seu Hobby é mesmo RESSURREIÇÃO… pois é, 007 está firme e forte para outra… .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *