1 de dezembro de 2021

O terremoto do Haiti continua derrubando máscaras por aqui ( 2 anos depois…)

Quando houve o terremoto postei sobre os comentários desatinados do Arnaldo Jabor e do Cônsul honorário do Haiti em SP, recentemente tenho registrado minha indignação com textos e comentários absurdos com relação aos imigrantes (termo melhor seria refugiados) haitianos no Amazonas, dois anos depois, as máscaras dos meta-racistas e xenófobos continuam caindo… .

Estive meio offline ontem e hoje, só agora tomei conhecimento e fiquei simplesmente estarrecido com o texto vergonhoso da Sra. MAZÉ MOURÃO (jornalista amazonense) O Haiti não é aqui! publicado Quinta-feira, 26 Janeiro, 2012 no Diário do Amazonas, mais ainda com os comentários apoiadores; como é que uma pessoa agraciada com o título de imortal da Academia Amazonense de Letras pode escrever uma coisa com tal baixo nível ????;  isso é mais que leviano, é criminoso :

LEI Nº 7.716, DE 5 DE JANEIRO DE 1989.  
Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97)  Pena: reclusão de dois a cinco anos.
[..]
Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97) Pena: reclusão de um a três anos e multa.

Como sabemos que dificilmente alguém é punido com os rigores da lei por tais práticas (e se for demora muito por conta dos recursos e mais recursos), sugiro que se inicie independente do resultado de um óbvio processo judicial a caminho,  uma campanha “MAZÉ fora da A.A.L” (já é um bom começo…).  O repúdio do pessoal da imprensa, movimentos e das redes sociais já está forte aproveito e recomendo a leitura do excelente texto do Ribamar Bessa Freire (também articulista do Diário) Ai de ti, Haiti! .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *