26 de novembro de 2021

Dra. Edialeda Salgado Nascimento   (1941-2010)

Registrando com algum atraso, devido ao período sem internet, mas não poderia deixar de faze-lo.

A Dra. Edialeda Salgado do Nascimento, faleceu aos 69 anos, no Rio de janeiro de infarto fulminante na tarde do último dia 30 de janeiro.

Ícone do movimento negro brasileiro e destacada dirigente do PDT, carismática e muito combativa, cativava pela simplicidade e simpatia, apesar da grande cultura e vivência internacional e junto a poderosos.

Tive a oportunidade de conhece-la e ciceronea-la quando de sua visita à Manaus em 2007 e também estive com ela em reunião de trabalho na DRT  em sua última visita no ano passado; Edialeda junto com Abdias do Nascimento e outras lideranças, foi responsável pelo ressurgimento político do movimento negro no pós-regime militar; gostava de contar que já mãe de quatro filhos acalentava o sonho de se tornar Médica, certa feita através de um conhecido influente tentou conquistar uma bolsa em uma universidade privada, ao que o Reitor ao saber se tratar de uma mulher negra e com filhos ofereceu em vez disso um emprego de cozinheira na casa dele…, oferta obviamente recusada.

Abaixo, um resumo de quem foi  Dra. Edialeda  e da sua importância no cenário nacional e em especial na luta da negritude:

Edialeda nasceu no Rio de Janeiro. Graduou-se em medicina pela Universidade de Valença (RJ). em 1973, Médica, ginecologista foi primeira mulher negra a assumir uma Secretaria de Estado no Brasil. (grifo nosso: Edialeda, era fluente em Inglês, Espanhol, Italiano e Francês, fez pós-graduação na Itália.).

Sua participação em governos remonta a experiência ao integrar o gabinete civil do Presidente João Goulart entre os anos de 1961 a1964.  Uma das fundadoras do PDT (Partido Democrático Trabalhista), foi convidada, em 1983, pelo então governador Leonel Brizola, a assumir a Secretaria de Estado da Promoção Social, função até então jamais ocupada por uma mulher negra. Teve participação de destaque também na criação do Centro de Memória Afro-Brasileira do Rio de Janeiro, em que foi presidente. (Foi também 1o suplente de Senador (mandato de Leonel Brizola) e candidata a Deputada Federal no RJ, representou o PDT em eventos na França, Grécia, China, etc…)

A Doutora Edialeda do Nascimento foi figura determinante no movimento de conquistas das mulheres negras em diferentes espaços políticos e institucionais. Foi organizadora e conferencista do I Congresso de Mulheres Negras das Américas, realizado em 1984, no Equador. Participou como conferencista de dezenas de congressos realizados na América Latina, Estados Unidos e Europa sobre a questão do negro e da mulher.

No ano de 2005 recebeu do então governador do Estado de Alagoas Ronaldo Lessa a Ordem do Mérito dos Palmares. (fonte: Mulher 500 anos  por trás dos panos – Dicionário Mulheres do Brasil – Volume II).

Grande perda para o cenário político e para os movimentos negro e de mulheres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *