1 de dezembro de 2021

Print de post racista travestido de "cômico" em blog "reaça"

Infelizmente, a mesma popularização da tecnologia  que permitiu  a quebra da exclusividade da comunicação de massa pelos tradicionais e grandes veículos de comunicação (o que por tabela quebrou a hegemonia  ideológica  e político-editorial, que "filtrava" e moldava a informação publicada  de acordo com os interesses de quem "podia mais"), dando assim  "voz a quem não tinha", permitiu ao mesmo tempo, que reacionários de todos os naipes  e o que há de pior no pensamento contrário aos avanços necessários para uma sociedade mais igualitária, justa e solidária,  tivessem também .

Nessa blogosfera "reaça",  que faz "fronteira"  com o clara e indiscutivelmente ilegal, como  Neo-Nazis, White Powers e congêneres, temos os "META" (meta-racistas, meta-classistas, meta-sexistas, meta-homofóbicos, meta-intolerantes religiosos, meta-regionalistas… ), enfim, todo um conjunto de "pensadores reacionários"  que reproduzem através de metalinguagem, um discurso cínico e travestido de "bonzinho", "bem-intencionado" ou "indignado"  visando meramente fazer propaganda e proselitismo (cooptar novos adeptos) para suas ideias. 

Hoje tomei conhecimento de um desses blogs, que travestido de "cômico e indignado",  aproveita para exercitar alguns dos "meta" citados…,  em um post no seguinte link aproveita para "flertar com o racismo", com o preconceito de classe, origem e com  todo o  discurso da "direita frustrada" : http://o-mascate.blogspot.com/2009/06/brogue-da-pretobras.html (e prestem muita atenção nas respostas aos comentários)

Fica bem claro para quem tem um pouco de discernimento, verificar  o que  de fato tenta perpetuar esse pessoal de  "discurso indignado", de "brincadeiras" de péssimo gosto e que insistem que "não estão fazendo nada de mais" , que "a maldade está na cabeça dos outros" ou é pura imaginação/ paranóia de quem reclama…

Não deixem de se manifestar lá e aqui…, além de reproduzir / repassar a notícia.

"O que mais preocupa não é o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonestos, dos sem-caráter, dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Martin Luther King)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *