27 de novembro de 2021

Mais um caso de racismo aberto, agora em Bertioga…

Pousada Oriental
Pousada Oriental
O empresário Anderson
O empresário Anderson

Menos de uma semana depois de chegar à grande imprensa o caso do negro espancado no Carrefour Osaco, suspeito de tentar roubar o próprio carro,  começa a circular na rede de blogs (principalmente ligados ao combate a discriminação) e no Orkut, mais um caso de racismo explícito (dessa vez sem espancamentos).

No dia 8 de agosto, Anderson,( um empresário negro que usa “dreads”  ) após telefonar no dia anterior, chegou em sua Ford Ranger com sua esposa e filha, para se hospedar na pousada “Cantinho Oriental” em Bertioga, litoral de São Paulo.

Espantosamente teve a sua hospedagem recusada ( em uma pousada praticamente vazia devido a baixa estação) , o dono ( ao que parece um Português ) de nome Fábio, após informar um preço maior do que o combinado por telefone, mesmo com a aceitação por parte do “candidato a hóspede”, rispidamente recusou a hospedar o mesmo e a familia, apontando para ele e dizendo que ele “não combinava” com o lugar ( também apontando para a indicação da Veja na parede) e que fosse procurar outra pousada.

Iniciou-se uma discussão que culminou com Anderson chamando a polícia, que levou todos à delegacia, onde o acusado não só confirmou a discriminação, como reclamou das leis do país que não permitiam a ele “escolher quem hospedar” desde que estivesse pagando,    não  foi realizado o  flagrante “por falta de Delegado”,  mas nem por isso deixou-se  de tentar descaracterizar o crime de racismo… ,  proposta obviamente recusada pelos agredidos, pela insistência de Anderson,  um delegado foi ouvido por telefone e ficou de receber o denunciante “em outra oportunidade” para dar andamento ao caso, Anderson gravou partes de tudo que aconteceu .

Veja no link a história em detalhes  descrita passo a passo pela vitima: http://www.graficaflying.com.br/cantinho%20oriental.htm

Agora vamos aguardar a grande imprensa se manifestar… assim como os “neo-democratas-raciais-de-plantão” (alô !!!, Ali Kamel e Cia. ltda. ! ) que curiosamente estão “mudos” desde a repercussão em nível nacional do absurdo caso do Carrefour…, mobilização a vista…

“Quem bate, não chora, não lembra…, quem apanha nunca mais esquece…, melanina na pele dos outros é ‘refresco’ “

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *